Escrito em por & arquivado em Direito Civil, Notícias, Notícias do dia.


Um motorista prestou serviço a um casal e, logo após, foi surpreendido com seu perfil do aplicativo “printado” e publicado nas redes sociais, com acusações de ser um “psicopata”. Eles foram condenados a pagar, de forma solidária, danos morais no valor de R$ 5 mil.

O caso

De acordo com os autos processuais, o motorista negou desviar para outra rota proposta pelo casal durante a corrida. Logo em seguida, ele disse ter sido surpreendido com o post na rede social, onde, sua imagem e a do seu carro foram veiculadas e compartilhadas por muitos usuários, que também endossaram as acusações feitas pelo cliente.

Os desdobramentos dessa publicação culminou na quebra do contrato com a locadora do veículo, que ficou com receio de sofrer retaliações, e, posteriormente, no desligamento do motorista da plataforma.

Visão da Justiça

O Juizado Especial do Norte da Ilha (SC) entendeu que a atitude do casal feriu a honra, a imagem e o nome do motorista, que ao usar a expressão maldosa “psicopata” em mídia social, violou os direitos do autor.

Por decisão do magistrado, o casal deverá pagar danos morais no valor de R$ 5 mil, além de publicar na mesma rede social, uma nota de retratação.

A decisão cabe recurso.