Escrito em por & arquivado em Destaques, Notícias.


O Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região suspendeu as demissões de 200 trabalhadores da fábrica da Foxconn do Brasil Indústria e Comércio de Eletrônicos Ltda., em Indaiatuba, efetivadas após o último dia 9 de dezembro. A decisão, proferida pelo vice-presidente judicial do TRT, desembargador Lorival Ferreira dos Santos, determina que todos os demitidos, sem justa causa, a partir daquela data sejam reintegrados no prazo de 48 horas, a contar desta segunda-feira (20/12). Em caso de descumprimento, a empresa estará sujeita a multa diária de R$ 1 mil, por trabalhador dispensado e não reintegrado.

A decisão vale até o julgamento do dissídio coletivo de natureza jurídica, ajuizado no Tribunal pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico e Eletrônico e de Fibra Óptica de Campinas, Indaiatuba, Americana, Monte Mór, Valinhos, Nova Odessa, Paulínia, Sumaré e Hortolândia. No dia 18 de janeiro próximo, às 15 h, será realizada na sede do Regional, em Campinas, uma tentativa de conciliação.